quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Bom Natal

(Bragança com neve. Foto by AC)


A todos os leitores e amigos, um bom NATAL e um 2010 cheio de coisas boas.
São estes os desejos do "becoscomsaidas".



por Ângela

sábado, 12 de dezembro de 2009

ABC dos animais (letra L)

Há já relativamente algum tempinho que deixei o ABC dos animais em "banho-maria". Muitas coisas se passaram entretanto que, por um motivo ou outro, fizeram com que este espaço dos animais não fosse actualizado como eu desejaria que acontecesse!

Ora então, como parei na letra K, hoje vou-vos falar de um animal simpático e normalmente adorado pela maior parte das pessoas...A letra L vai para a Lontra!


A lontra (Lutra lutra) apresenta uma pelagem espessa, brilhante e castanha-escura, com excepção da região do ventre que é mais clara. A pelagem é também constituída por duas camadas de pêlos, uma mais externa responsável pela impermeabilização e outra mais interna responsável pelo isolamento térmico. O focinho apresenta pêlos sensoriais –vibrissas- que lhe permitem avançar com confiança em lugares estreitos.
É um mamífero de hábitos predominantemente nocturnos, sendo detectada a sua presença através das suas pegadas e dejectos.
E quem não se lembra do casal simpático de lontras no Oceanário de Lisboa, a Amália e o Eusébio?
Boas leituras
por Ângela

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Casório

Estes últimos tempos têm sido concentrados e recheados, de maneira que o blog ficou em hibernação tal era a agitação e ocupação. Ora bem, entre trabalhos e mudanças, as nossas vistas nestes momentos voltam-se para os casórios! ou melhor: o casório! :-) a nossa querida amiga Ana vai dentro em breve subir ao altar, e nós com ela! hihi :-) em função de damas de honor! - sem dúvida um beco sem saída! :-) mas com muito gosto para nós! Assim sendo fica um enorme abraço à nossa amiga e até daqui uns dias! já falta pouco! vai ser um dia branco/rosa/azul! vai ser tipo o algodão doce! lindo!

Por Joana

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

uma sugestão de fim-de-semana grande


Pois é, minha gente, o fim-de-semana grande aproxima-se e nada melhor que um passeio na natureza para conhecer alguns dos nossos animais. E não é só porque é fim-de-semana grande, mas ainda porque dia 4 de out (domingo) é o Dia Mundial do Animal...


Fica uma sugestão para uma visita de domingo...


A QUINTA DA PAIVA/PARQUE BIOLÓGICO DA SERRA DA LOUSÃ


A quinta fica em Miranda do Corvo, a cerca de 23 km de Coimbra.
Para saberem mais informações nada melhor que ir ao site: www.quintadapaiva.pt


Se vierem no dia 4 à tarde ainda terão um brinde extra de uma demonstração de cinotécnica com cães da GNR.

Espero que visitem e que gostem deste agradável espaço :)

por Ângela

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Uma contribuição! :)

Olá pessoal!

Cá estou eu a "postar" de novo, depois de uns dias atarefados a mudar a minha vida, para vos dizer que agora tenho uma "coluna" num blog de um amigo. Para quem for mais curioso o blog é:

http://tudocomtodos.blogspot.com

e o nome da minha coluna, como não poderia deixar de ser, é:

"milho, pardais e mais"... :) (no ar ao Domingo!)

Espero que gostem e que sejam visitadores (e comentadores!) assíduos deste espaço


Um beijinho a todos

por Ângela

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

DIA DO BIÓLOGO!

Olá gente!!!

Cá estou eu de novo a "postar"... mas hoje porque não quero deixar passar este dia em branco! HOJE É O MEU DIA, O DIA DO BIÓLOGO!!! :)

Para quem não sabe, (e às vezes continuam a perguntar-me!) o que faz um Biólogo? Ora eu gostei da descrição que aparecia nas profissões no site do Expresso que passo a citar:

"Os biólogos estudam todas as formas de vida (plantas, animais e outros organismos vivos) com o objectivo de alargar e melhorar o conhecimento científico neste campo, fazendo a sua aplicação prática em diversos sectores, como a medicina, agricultura e indústria. Regra geral, desempenham um grande número de funções: estudo dos seres vivos no seu meio natural, exame de alguns espécimes em laboratório, desenvolvimento de experiências em laboratório de microrganismos (vírus e bactérias), estudo das relações entre a vida animal e vegetal, análise de factores associados ao meio ambiente, estudo de dados obtidos através de observações e análises.

Num campo mais específico, as funções de um Biólogo variam consoante a sua área de especialização. No caso de seguirem a área de genética, poderão estudar as semelhanças e diferenças hereditárias entre organismos aparentados, bem como os meios bioquímicos e fisiológicos que permitem a sua identificação e controlo. No campo da zoologia, a sua actividade direcciona-se para a origem, processos fisiológicos, comportamentos, crescimento, desenvolvimento e evolução dos animais, com o objectivo de encontrar soluções para a saúde dos próprios animais e seres humanos. Em relação à Biotecnologia, que cada vez ganha maior importância, estes profissionais tentam aplicar sistemas e processos biológicos em diversos sectores da produção industrial.

Em muitas destas áreas, é normal que os biólogos trabalhem em equipa, muitas vezes formadas por profissionais de outros ramos da ciência."


Parabéns a todos os Biólogos do mundo! que tenham sucessos em todos os seus trabalhos :)

por Ângela

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

EcoCidade


E como agora ser Eco(logista) é que está na moda e o nome do nosso blog vai de encontro aos ecos que por aí andam aqui fica um poema à nossa cidade...


Ecocidade

Quem és tu?
Quem és tu que eu já não conheço?
Mudaste, tudo muda...
E neste reboliço mundano
Tu apresentas-te mais eco...
Mais eco?
Sim, mais eco, que isso é que está na moda...
E eu gosto, gosto de te ver assim
Mais eco, mais verde, mais colorida...
Mas ficarás assim por muito mais tempo?
Ficarei eu por muito mais tempo?
Não sei... mas quando partir levarei um bocadinho do teu eco para onde for...
Porque, minha cidade, as pessoas vão e vêm... Mudam...
E tudo não passa de uma grande mudança,
Em ti, Bragança...

(autor anónimo)



Espero que gostem...


por Ângela

sábado, 22 de agosto de 2009

data especial...


Pois é, meus amigos... hoje é dia 22 de Agosto! é dia de festa na nossa cidade e também é dia de festa no nosso blog...


...hoje este espaço faz nada mais nada menos que 7 meses de existência... e só para assinalar este dia e por pura curiosidade fomos saber o significado do nº 22 (um número mestre!)


o que encontramos algures na net:


O nº 22 é o Absoluto - Construtor Universal - ápice da união do espírito e da matéria, independente e auto-suficiente.Poder de criação do homem pelo homem, isto é, conquista total e plena que possui sobre as faculdades e o futuro.Emancipação perfeita da vontade, que assegura o império universal, com plenos poderes sobre ele.Agente mágico que determina formas à substância modificável, "matéria-prima" pela qual se chega à transmutação do Universo.Primeiro separa o sutil do espesso, o "místico" do positivo, a alegria da teoria, isto é, liberta a essência de todo preconceito e de todo vício, através da sabedoria, da habilidade pessoal e do trabalho, depois "transforma/transmuta"a matéria, pouco ou nada preciosa, em "ouro" espiritual através da energia vital e do calor da vontade férrea.


assim esperemos que o nosso blog seja...



beijinhos e xis a quem passa...


por Ângela

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Plantas em casa? Só o Zé Relvas! :-)

"Uma actividade que integra o fenómeno da Vida de forma divertida!

Material Necessário:
• Meia calça usada;
• Serradura;
• Alpista ou semente de relva;
• Material de sua preferência para olhos, boca e nariz. ( botões e lã,cola plástica colorida, );
• Garrafas para a base.

Como fazer:
• Corte uma perna da meia calça;
• Coloque o alpista ou sementes;
• Complete com serradura;
• Dê um nó e corte o restante da meia;
• Faça a modelagem em forma de bola;
• Monte o boneco;• Molhe a cabeça do boneco; em alguns dias a semente começa a nascer dando origem aos cabelos;
• Use a sua imaginação, criando diferentes tipos de bocas, olhos e detalhes;
• Corte o fundo de uma garrafa para fazer a base do boneco - assim, ele ficará em pé e ainda evita de molhar ao redor já que a água ali se concentra.É bom deixar água limpa no fundo da base.. Todos os dias lave a base e troque a água."


Boa actividade!


Por Joana

quinta-feira, 9 de julho de 2009


Soneto de Fidelidade
Vinicius de Moraes
De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.
por Joana

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Solstício

Em astronomia, solstício é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em dezembro e em junho. O dia e hora exatos variam de um ano para outro. Quando ocorre no verão significa que a duração do dia é a mais longa do ano. Analogamente, quando ocorre no inverno, significa que a duração da noite é a mais longa do ano.
No
hemisfério norte o solstício de verão ocorre por volta do dia 21 de junho e o solstício de inverno por volta do dia 21 de dezembro. Estas datas marcam o início das respectivas estações do ano neste hemisfério. Já no hemisfério sul, o fenômeno é simétrico: o solstício de verão ocorre em dezembro e o solstício de inverno ocorre em junho. Os momentos exatos dos solstícios, que também marcam as mudanças de estação, são obtidos por cálculos de astronomia (consulte a tabela abaixo para os valores de alguns anos).

Devido à órbita elíptica da Terra, as datas nas quais ocorrem os solstícios não dividem o ano em um número igual de dias. Isto ocorre porque quando a Terra está mais próxima do Sol (periélio) viaja mais velozmente do que quando está mais longe (afélio).

Os trópicos de Câncer e Capricórnio são definidos em função dos solstícios. No solstício de verão no hemisfério sul, os raios solares incidem perpendicularmente à Terra na linha do Trópico de Capricórnio. No solstício de inverno, ocorre a mesma coisa no Trópico de Câncer.
(retirado de Wikipédia)
Por Joana

terça-feira, 16 de junho de 2009

VOZES CELESTIAIS E MUITO MAIS...

Mais uma folga mais um filme: LES CHORISTES
NOMEADO PARA 2 OSCARESDA ACADEMIA
Em 1949, Clément Mathieu, um professor de música desempregado, aceita trabalho como supervisor num colégio interno para reeducação de menores. Apesar da sua boa vontade, o sistema repressivo aplicado por Rachin, o actual director, impossibilita Mathieu de exercer a sua autoridade sobre os alunos mais problemáticos. A sua missão de ensinar parece condenada ao fracasso, mas ao familiarizar as crianças com a magia do canto, Mathieu vai transformar para sempre as suas vidas.Os Coristas tornou-se um verdadeiro sucesso de bilheteira, sendo um dos filmes franceses mais vistos nos últimos anos. O filme que encantou o mundo, foi ainda nomeado para os Oscares de Melhor Filme Estrangeiro e de Melhor Canção Original. Deixe-se também contagiar pela música e pala magia de Os Coristas.
REALIZADOR Christophe Barratier
INTÉRPRETES Jean-Paul Bonnaire, Marie Bunel, Gérard Jugnot, François Berléand, Kad Merad, Jacques Perrin, Didier Flamand, Jean-Baptiste Maunier, Maxence Perrin, Grégory Gatignol, Thomas Blumenthal, Cyril Bernicot, Simon Fargeot.
Por Joana

sábado, 30 de maio de 2009

PaRaBéNs jOaNiNhA... :)


Pois é... hoje a minha companheira de Blog tá de Parabéns pelos seus 24 anitos! :)

Espero que seja um dia em cheio... muitos beijinhos pa ti!


Como dizia Marie von Ebner-Eschenbach: "Na juventude aprendemos, com a idade compreendemos."


por Ângela

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Um segredo

Pois é, minha gente, hoje comemora-se o Dia Internacional da Diversidade Biológica!

Sendo eu uma bióloga, não poderia deixar passar este dia em branco...

Deixo-vos um vídeo sobre alguns segredos do nosso planeta Terra, que é tão "Biodiverso" :)





Bom dia da Biodiversidade para todos!


por Ângela

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Obrigada!

Olá a todos!

Como tenho tido esta semana mais livre aproveito pra ir actualizando com alguma frequência este espaço...
Entretanto também me ensinaram a por vídeos do youtube aqui e este post vai servir como teste às minhas capacidades de aprendizagem ou às capacidades de ensino do Diogo (ó Diogo, és um fixe, mas vamos lá ver se isto "funcimina") e como eu sei que também partilhas do meu gosto pelos "Donna Maria" aqui deixo um tributo a Carlos Paião, interpretado pelo belíssimo grupo! ;P



Espero que gostem!!!


por Ângela

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Digam de vossa justiça...


há umas semanas atrás começou a ser passado nas nossas televisões um spot publicitário da responsabilidade da EDP que penso que toda a gente já viu... mesmo assim se houver ainda alguém que não tenha visto fica aqui o link do vídeo...

http://www.youtube.com/watch?v=-KniFdF1Kns


Ora, o que eu proponho aos visitantes deste blog é que deixem a sua opinião, ou contra ou a favor, o que eu gostava mesmo era de vos ouvir!

Fica aqui o desafio... espero que seja aceite por muitos! :)



por Ângela

segunda-feira, 18 de maio de 2009

ABC dos animais (letra K)


Para a letra K escolhi o KOALA...

O Koala (Phascolarctos cinerus) é um dos animais mais procurados e que mais curiosidade desperta nas pessoas. A sua popularidade advém não só das suas características físicas, como também do seu comportamento, pois é um animal bastante tranquilo. As suas orelhas e nariz bem característicos, bem como o seu pêlo, fazem parte do imaginário das crianças de todo o mundo e nem os adultos conseguem ser indiferentes perante a presença de um destes simpáticos animais.O Koala, no dialecto autóctone dos aborígenes, que dizer “que não bebe”, o que está de acordo com os hábitos alimentares deste animal, já que a quase totalidade de líquidos que ingere provém das folhas de eucalipto.

Dada a pobreza da sua alimentação, os koalas necessitam de dormir muitas horas. Um animal adulto dorme entre 16 e 18 horas por dias, sendo as restantes dedicadas quase exclusivamente à alimentação e à sua procura.Os Koalas são animais de hábitos solitários. Quando muito, vivem próximos uns dos outros, mas nunca em grupos superiores a dez elementos, na maioria das vezes constituídos por várias fêmeas em idade fértil e um macho dominante, que controla o seu harém.
Os Koalas atingem a maturidade sexual por volta dos 3 a 4 anos, sendo que as fêmeas são mais precoces.
O tempo de gestação ronda os 33 a 36 dias, após o que nasce uma pequena e imatura cria, que rapidamente se aloja na bolsa da mãe, guiada pelo cheiro do leite, e aí permanece durante cerca de seis meses.É muito raro o nascimento múltiplo de crias, embora por vezes tal suceda. As fêmeas Koala são das poucas mães que adoptam crias órfãs.Os Koalas têm uma esperança de vida de cerca de 15 anos, podem medir até cerca de 60 cm e os maiores exemplares pesar 12 kg.

Digam lá que não são fofos!!!! :)
por Ângela

domingo, 17 de maio de 2009

...


Como alguém disse um dia... "Fazer anos é olhar para trás com gratidão e para a frente com fé! :)


é assim que eu me sinto hoje! :D



por Ângela

segunda-feira, 11 de maio de 2009

ABC dos animais

Como reparei que já há muito tempo que não continuo o "ABC dos animais" decidi hoje retomar com a letra J.

Para esta letra o feliz contemplado foi o JAVALI (Sus scrofa).


O javali é, presentemente, um dos ungulados com maior distribuição a nível mundial.
São animais de grandes dimensões, podendo os machos pesar entre 130 e 250 kg e as fêmeas entre 80 e 130 kg.
Têm o corpo coberto de pelos rijos que nos adultos variam de cor entre o cinza-escuro e o acastanhado. Os filhotes apresentam cor de terra clara com listras negras, o que lhes dá uma camuflagem muito eficiente. A pelagem dos filhotes escurece com a idade.
A boca é provida de enormes caninos que se projetam para fora e crescem continuamente e que são usados como armas em lutas entre machos e contra inimigos.
O javali é de comportamento sociável, mas não é territorialista, ou seja, não marca territórios. Reúne-se em grupos matriarcais, normalmente com três a cinco animais, formados pelas fêmeas e suas crias, embora possam ser encontrados grupos superiores a vinte indivíduos. A javalina (ou gironda - a fêmea do javali, quando já madura) dominante é a de maior idade e tamanho e sempre fica um pouco mais afastada do grupo como uma Guarda, que normalmente dá sua vida para que o restante fuja. Os jovens machos de um ano, chamados barrascos, vivem na periferia do grupo.
Exceptuando-se o período de cio, os machos em idade reprodutora (barrões, varrões) são bem mais solitários, mas podem ser vistos acompanhados por um ou mais machos jovens, conhecidos por escudeiros.
O grunhido do javali chama-se arruar.
No campo ainda nunca vi javalis (só em cativeiro) mas já os ouvi e olhem que o arruar é aterrorizador!
por Ângela

segunda-feira, 27 de abril de 2009

"Uma peregrinação (do latim per agros, isto é, pelos campos) é uma jornada realizada por um devoto de uma dada religião a um lugar considerado sagrado por essa mesma religião.
O termo "Peregrino" aparece em nossa língua na primeira metade do século XIII, para denominar os cristãos que viajavam a Roma ou à Terra Santa (onde atualmente se encontra o Estado de Israel e os territórios palestinos) para visitar os lugares sagrados, às vezes como castigo auto-imposto com o objetivo de pagar determinados pecados e outras vezes para cumprir penas canônicas. Desses peregrinos surgiria mais tarde a idéia das Cruzadas, enviadas para "reconquistar" os lugares que os cristãos consideravam sagrados e que estavam em poder de povos de outras religiões.
O acto de peregrinar e as peregrinações ocorrem desde os tempos mais remotos, mesmo nos chamados tempos primitivos em que predominavam os costumes ou ritos pagãos. Existem escritos de locais de peregrinação muitas vezes ofuscados pela própria religião cristã, como o caso da Catedral de Santiago de Compostela que fora construída sobre templo pagão.
As primeiras peregrinações do Cristianismo datam do início do século IV (quando o Cristianismo foi tornado religio licita), e tinham por destino a Terra Santa (a mais conhecida e a primeira a deixar um relato da peregrinação é a histânica Erétria, muito provavelmente familiar de Teodósio I, imperador romano). Mais tarde, tiveram grande surto devido à pregação de São Jerónimo.
Para peregrinar há que ter em conta que não se trata apenas do acto de caminhar (no caso da peregrinação a pé), ou executar um trajecto com um determinado número de quilómetros; é reconhecido que peregrinar carece caminhar-se motivado "por" ou "para algo".
A peregrinação tem, assim, um sentido e um valor acrescentado que é necessário descobrir a cada pessoa que a executa."
(Wikipédia)
Por Joana

terça-feira, 21 de abril de 2009

:)


Hoje estou feliz! :)


É que não foi só uma, mas duas propostas de emprego num dia só (um no Porto, outro em Lisboa)! como a de Lisboa não era na minha área, claro que optei pela outra, embora as condições não fossem tão boas! É por pouquinho tempo, mas já é um começo!


Quando recebi a resposta do Porto, coincidência ou não, estava a ouvir aquela parte da música da Melanie C que diz: "this could be the first day of my life" e quem sabe se não será... pelo menos já é uma mudança!


E como há uma frase que diz que a felicidade partilhada é dobrada, decidi partilhar a minha com todos vocês!


Pois é... amanhã começo a trabalhar no Porto, a fazer aquilo que gosto.... e sem factor C! :)



por Ângela

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Frase certeira

Como há já algum tempo que não escrevia, deixo-vos aqui uma frase escrita algures num muro do nosso país... que, infelizmente neste momento, faz todo o sentido na minha vida!


"Alguns nascem com sorte, outros...... em Portugal"


por Ângela

sexta-feira, 27 de março de 2009

Aproxima-se o fim-de-semana... o que fazer?

Nada melhor que ver um filme!

"SEAN PENN e MICHELLE PFEIFFER oferecem-nos uma fantástica e admirável interpretação neste intenso e emocionante drama sobre a força do amor. Considerado por muitos como um dos actores com maior prestígio do cinema mundial da actualidade, Sean protagoniza o papel de um pai com deficiências mentais que trava uma luta na justiça para conseguir a custódia da sua filha de 7 anos. A ajuda encontra-a numa conceituada advogada que fará de tudo para apoiar este ser indefeso que só deseja ser feliz. Um elenco de luxo e uma espectacular banda sonora completam esta memorável lição de vida, amor e alegria!"

Mais uma vez Bom Filme! e Bom Fim-de-Semana!

Por Joana

terça-feira, 24 de março de 2009

para pensar...

"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta"


por Ângela

domingo, 22 de março de 2009

Afinal é 3 em 1! Chegou a Primavera!

YUPI!!!!
chegou a a Primavera! ainda se avistam uns dias frescotes mas o sol já beija a terra com ternura e ela já nos mostra os seus frutos!

"A Primavera - quadro pintado por Sandro Boticelli, em 1482,que representa o império de Vênus ou Afrodite (no centro da imagem), no qual penetram o Amor e a Primavera, com sua abundância de flores.

A entrada da estação mais florida do ano! O momento marca o equinócio da primavera, quando ocorre uma importante transição: até esta data, o norte terrestre é atingido com maior incidência pelos raios solares mas, com a mudança marcada pelo equinócio, é a vez do hemisfério sul da Terra receber maior insolação. No seu movimento diurno, o Sol não percorre o mesmo caminho no céu. Algo especial acontece duas vezes por ano: é quando o Sol passa exactamente sobre a linha do equador. Essas duas datas são os equinócios de outono e primavera. Nestas ocasiões, o sol nasce exactamente no leste e se põe no oeste.
Outro dado interessante: nessas datas, a duração do dia é realmente igual à da noite, por essa razão adotou-se o nome latino "equinócio", que significa "noite igual ao dia". As estações do ano são períodos de aproximadamente três meses, entre um solstício (inverno ou verão) e um equinócio (primavera ou outono), que dividem o ano.
As estações estão tradicionalmente associadas ao ciclo anual das plantas, especialmente àquelas cultivadas. O inverno é a estação do repouso e da dormência - tempo de poupar as energias - ; a primavera é o tempo do plantio e da germinação; o verão é o período do crescimento e maturidade e o outono é a época da colheita. As definições rígidas de datas são consideradas por muitos apenas como convenção, uma vez que na natureza é difícil "marcar hora". Se o ser humano estivesse sintonizado com os ritmos e ciclos da natureza, seria possível perceber as mudanças e teria um verdadeiro calendário natural.
Vários povos antigos, espalhados pelo mundo, detinham conhecimentos astronômicos fabulosos que explicam porque eram capazes de aplicá-los em vários sectores da vida. Outros, apesar de não deixarem registros deste conhecimento, demonstraram sinais de sua sintonia com a natureza em rituais que marcavam a mudança das estações.
Assim, tanto os equinócios de primavera e outono como os solstícios de verão e inverno representavam mudanças importantes nos ciclos da natureza. Exemplo disso é o registro de um rito praticado pelos índios da região central do Brasil. O ritual era realizado exatamento no dia do equinócio: antes do amanhecer, o pajé levava uma bola de látex ao extremo leste da rua central que dividia a aldeia em norte e sul. Então, ao nascer do Sol, a bola era entregue a uma fileira de guerreiros do norte, que a passavam aos do sul.
Dessa forma, o rito imitava a dança do Sol, passando de um hemisfério para o outro no dia do equinócio. Antigos gregos, egípcios, sumérios, babilônios e celtas foram povos que agradeciam à "mãe terra" tudo o que ela lhes oferecia: alimentos, curas e riquezas. E agradeciam com cerimônias que eram realizadas no início e final de cada estação, ou seja, nos equinócios e solstícios. A primavera, em quase todas as tradições, é tida como a fase de fertilidade e beleza da "mãe terra" ou natureza, é quando todos os seres, plantas e animais, acordam de seu repouso (inverno) para um novo ciclo de produtividade. É quando tudo se enfeita e se torna belo e fértil, para garantir a frutificação. Não é à toa que a primavera é considerada a mais bela estação do ano!
Rose Aielo Branco
Por Joana

2 em 1

Ora bem, hoje, ou melhor ontem.... tivemos o 2 em 1:
Dia da Árvore e Dia da Poesia!
Nada melhor que aliar estes dois e ter um belo resultado: Poesia sobre árvores!
Há que recordar alguns poetas e saborear palavras florestais!
Deixo-vos aqui alguns:

O ZAMBUJEIRO
Deus disse: "O Zambujeiro nasça".Viril, rompeu da terra o Zambujeiro.
O tronco é o dum homem das montanhas.
São mãos de cavador seus ramos.
Só as folhas,Delicadas, suaves... Pela noita,Quando tudo se cala, mesmo os pássaros,
O Zambujeiro canta...
(in Pelo Sonho é que vamos) de Sebastião da Gama


ÁRVORE
Forço e quero ao fundo delicadamentecomo subindo no sentido da seiva
espraiar-me nas folhas verdejantes,espaçado vento repousando em taças,
mão que se alarga e espalma em verde lava,
tronco em movimento enraizado,
surto da terra, habitante do ar,
flexíveis palmas, movimentos, haustos,verde unidade quase silenciosa.
(in Ocupação do Espaço) de António Ramos Rosa


A UM CARVALHO
Forte como um destino,
Calmo como um pastor,
A sarça ardente é quando o sol, a pino,
O inunda de seiva e de calor.
Barbas, rugas e veias
De gigante.
Mas, sobretudo, braços!Longos e negros desmedidos traços,
Gestos solenes duma fé constante...
Do Diário de Miguel Torga


Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!
Árvores! Não choreis! Olhai e vêde:- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!
(in Charneca em Flor) de Florbela Espanca



Delicioso não?!
embora já passado espero que tenham tido um bom dia 2 em 1 :-)


Por Joana

quinta-feira, 19 de março de 2009

Neste dia...


Como não poderia deixar de ser, fica aqui uma homenagem a todos os Pais do mundo, principalmente o meu... que é o meu herói! :)


I would ride on your shoulders
And look out on the world
Pretending I was big and tall like you
When you were there to hold me
I never was afraid
You made me feel there's nothing I can't do
If I'd spread my wings to fly
When I was very smallI knew that you'd be standing by
To catch me if I fall
You're my hero
Chasing the monsters from my room
Going on trips around the moon
The one who's always been there faithfully
You're my hero
And 'cause you're my Dad...
I'm twice as blessed and lucky to be me
As I kept on growing
We often disagreed
But you let me find myself in my own way
And it's funny, how just lately
I've come to recognize
How wise you are becoming every day
There's so much you've given me
I hope I've made you proud
You're everything a Dad should be
And it's time to tell you now
You're my hero
You didn't have to say a word
Your love was the message that I heard
Inspiring me to be all I can be
You're my hero
And 'cause you're my Dad...
I'm twice as blessed and lucky to be me.

(letra de Teresa James)



por Ângela

sábado, 14 de março de 2009

domingo, 8 de março de 2009

um dia especial...




Simplesmente... Mulher!



Mulher-mãe, mulher-poema,

Mãe-natureza, mãe-fé,

Mulher, oh glória suprema,

Palavra divina é.


Mulher que pensa e sorri,

Mulher que sente paixões

Mulher...que anda por aí

Dando amor.. dando lições...


Mulher, tão discriminada,

Só preconceitos e tabus,

Ao ostracismo votada,

Oh mulher-forte, que és tu!


Mulher, mãe de grande prole,

Mulher, balada, ternura,

Mulher-lírio, mulher-sol,

Mulher-gaivota, tão pura.


No horizonte, igualdade,

Tantas metas a alcançar,

Feminina liberdade,

O mundo vai transformar!



(ramodebarro)




... uma homenagem às Mulheres de A a Z...







por Ângela

sábado, 7 de março de 2009

Poemas de fim de semana...

Pedido

Ergueu-se o fogo da bandeira,
Porque o Homem piedoso
Rugiu ao mar da selva e do mato, ditoso:

- Apenas desejo o lume da fogueira,
Um refúgio, o sangue de Baco
E um poema.

Numa romântica tarde
Foi este o seu último Pedido
Deixado como Lema.


Por Joana Marques

terça-feira, 3 de março de 2009

pensamento do dia...

"Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende" (Leonardo Da Vinci)



(em homenagem à PIP que teima em ser feita!)



por Ângela

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Um mês de existência...


Pois é minha gente, o nosso blogue fez ontem 1 mês de existência... com um balanço muito positivo graças a vocês todos, os que lêem assiduamente, os que comentam, os que passam e dão uma vista e olhos ou até mesmo os que só vieram uma vez, senão vejam:
...durante este mês:
- 26 posts (27 com este :))
- 76 visitas (desde o dia 17 de Fev)
- 28 comentários
(...)
o que para um início não está nada mal... mas temos que continuar... nós a "arrotar posts de pescada" :) e vocês a visitarem e comentarem...

Espero que tenham gostado do que viram até aqui e que daqui para a frente seja ainda melhor!

PS-Já que estou numa de felicitações, deixo aqui um beijinho muito grande de Parabéns à minha colega de blogue que já conseguiu arranjar emprego (no meio desta crise toda, olhem que não é fácil! :))

Quero deixar também um desejo de bom CARNAVAL a todos os que passam.


por Ângela

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

ABC dos animais (letra I)

Como há já algum tempo que parei com o ABC dos animais, recomeço agora, desta vez com a letra I de INHAMBU-XORORÓ...


O Inhambu-xororó é uma ave que habita na beira de matas e nos cerrados brasileiros.
Possui o corpo castanho-avermelhado, com parte do dorso, ventre e barriga acinzentados.

É mais facilmente escutado do que visto. O nome indígena Inhambu significa “o que sai com estrondo”. Só voa em último caso. Na aproximação de qualquer perigo, imediatamente se imobiliza e se mantém aninhado. Se não for percebido a tempo, pode assustar uma pessoa que se aproxime muito, ao iniciar o seu vôo de fuga.

O canto mais característico do inhambu-xororó é relativamente longo. Inicia-se com uma série de pios simples e espaçados, os quais são emitidos cada vez mais próximos, rápidos e altos, até chegar aos últimos três ou quatro, emitidos juntos e com o último em tom mais baixo e longo. Algumas vezes emitem só o final do canto. Na época reprodutiva cantam o dia todo, enquanto fora desse período cantam no amanhecer e no escurecer do dia.

É o macho que sai com os filhotes nas primeiras 24 horas após a eclosão dos 3 ou 4 ovos do ninho. Os filhotes são pequenas bolas escuras de penas, rapidamente escondidos pelo macho sob as asas entreabertas, ao menor sinal de perigo.

Ave esquisita, não?

por Ângela

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009











"Carnaval do Arlequim"
de Joan Miró


Origem do Carnaval:

"Ao contrário do que se imagina, a origem do carnaval brasileiro é totalmente européia. A comemoração carnavalesca data do início da colonização, sendo uma herança do entrudo português e das mascaradas italianas. Somente muitos anos mais tarde, no início do século XX, foram acrescentados os elementos africanos, que contribuíram de forma definitiva para o seu desenvolvimento e originalidade.Foi, portanto, graças a Portugal que o entrudo desembarcou na cidade do Rio de Janeiro, em 1641. O termo, derivado do latim "introitus" significava "entrada", "começo", nome com o qual a Igreja denominava o começo das solenidades da Quaresma. No entanto, as festividades do entrudo já existiam bem antes do Cristianismo, eram comemoradas na mesma época do ano e serviam para celebrar o início da primavera. Com o advento da Era Cristã e a supremacia da Igreja Católica, passou a fazer parte do calendário religioso, indo do Sábado Gordo à Quarta-feira de Cinzas.Tanto em Portugal, como no Brasil, o Carnaval não se assemelhava de forma alguma aos festejos da Itália Renascentista; era uma brincadeira de rua muitas vezes violenta, onde se cometia todo tipo de abusos e atrocidades. Era comum os escravos molharem-se uns aos outros, usando ovos, farinha de trigo, polvilho, cal, goma , laranja podre, restos de comida, enquanto as famílias brancas divertiam-se em suas casas derramando baldes de água suja em passantes desavisados, "num clima de quebra consentida de extrema rigidez da família patriarcal".Foi esse Carnaval mais ou menos selvagem que desembarcou no Brasil com as primeiras caravelas portuguesas e os primeiros foliões.Com o passar do tempo e devido a insistentes protestos, o entrudo civilizou-se, adquiriu maior graça e leveza, substituindo as substâncias nitidamente grosseiras por outras menos comprometedoras, como os limões de cheiro (pequenas esferas de cera cheias de água perfumada) ou como os frascos de borracha ou bisnagas cheias de vinho, vinagre ou groselha. Estas últimas foram as precursoras dos lança-perfumes introduzidos em 1885. No tocante à música, tudo ainda era muito precário; o entrudo não possuía um ritmo ou melodia que o simbolizasse. Apenas a partir da primeira metade do século XIX, com a chegada dos bailes de máscaras nos moldes europeus, foi que se pôde notar um desenvolvimento musical mais sofisticado..."

"Antologia Musical Popular Brasileira – As Marchinhas de Carnaval" Roberto Lapiccirella


Por Joana

uma frase inteligente...

"An American Monkey after getting drunk on Brandy would never touch it again, and thus is much wiser than most man"
(um macaco americano depois de se embebedar com brandy nunca mais volta a bebê-lo, neste sentido é muito mais sensato do que a maioria dos homens).
Charles Darwin

... em Homenagem a Charles Darwin (comemoração dos 200 anos do seu nascimento e 150 anos da publicação da "Origem das Espécies" - 12 fev)


por Ângela

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Rubik 360 já chegou!

"Rubik’s 360 é no nome do novo quebra-cabeças de Ernő Rubik, o inventor do famoso Cubo de Rubik. Formado por seis bolas presas dentro de três esferas transparentes, o novo "pesadelo de bolso" requer que o desafiante encaixe as bolas coloridas nos "slots" correspondentes da esfera mais externa, fazendo-as passar pela esfera intermediária, que possui apenas dois buracos. Só existe uma solução possível, de execução extremamente difícil. Segundo o preview do Telegraph, é muito mais uma questão de física do que de matemática".
Divirtam-se e treinem as mãos e a cabeça!
Por Joana

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

XXIXª Feira do Fumeiro - Vinhais de 5 a 8 de Fevereiro

… não era para postar hoje mas… como já vamos a meio do programa há que aproveitar o resto… aqui vai a 2ª sugestão de fim de semana para quem estiver por estes lados… é de ficar com “água na boca”!


“Quando a ousadia é merecida e se procuram milagres perfeitos, é a hora de desfraldar a bandeira da vtória, ferrar o galho em sonhos de princesas encantadas, desenferrujar e afiar os gumes dentários, excomungar dietas e reclamar: Cascas com butelo!!!”

In “Crónicas Comestíveis”, António Monteiro


"O concelho de Vinhais, situado a norte da região de Trás-os-Montes, a uma altitude de aproximadamente 1000 metros , possui inigualáveis condições naturais e um clima específico caracterizado por Invernos longos e frios e verões quentes e curtos, que permitem uma cura perfeita do fumeiro regional. Como outros factores que determinam a qualidade excepcional do fumeiro de Vinhais podemos considerar: o porco Bísaro, raça autóctone perfeitamente adaptada ao maneio e alimentação tradicional; e a arte na elaboração artesanal que foi sendo transmitida de geração em geração. Vinhais, já tem reconhecidos 7 (Produtos Tradicionais, Salpicão, chouriça, alheira, butelo, churiça doce, choruriço azedo, presunto bísaro), uma indicação que comprova a reputação, genuinidade e o modo de produção específico destes enchidos."
mais informações em www.feiradofumeiro.com
Por Joana

Mais uma sugestão para o fim de semana

Mais um fim de semana, mais um programinho! Desta vez temos festa! Babette é quem nos convida! Aprendamos com ela a partilhar!

"A festa de Babette"
Para escapar á repressão de Paris de 1871, Babette desembarca na costa selvagem da Dinamarca no meio de uma tempestade. Na pequena aldeia de Jutland ela procura duas irmãs Martina e Philippa, senhoras muito puritanas filhas do pastor da região. Papin um antigo cantor de ópera professor de Philippa recomenda Babette e pede ás duas irmãs para a acolherem. Por sua vez as mesmas pedem-lhe para trabalhar como criada tendo apenas um quarto para morar e em pouco tempo se integra na comunidade protestante.
Quatorze anos depois ela ganha 10.000 francos na lotaria o que lhe vai permitir voltar á sua pátria, no entanto muda de ideias e resolve gastar todo o seu dinheiro num jantar tipicamente francês a fim de comemorar o centenário de nascimento do falecido pastor, mesmo que tenha que passar o resto dos dias como criada das 2 irmãs. Os 12 convidados mesmo vivendo em Jutland e sendo simples não conheciam nada da cozinha francesa muito menos dos pratos sofisticados do Café Anglais onde Babette trabalhara como cozinheira. E através de um jantar e dos seus paladares, Babette faz com que os habitantes nunca mais se esqueçam daquele momento.

Um filme sobre o prazer do alimento e naturalmente sobre amor, sacrifício e fé. O filme está repleto de simbolismos cristãos, o banquete é uma alusão á “Última Ceia”, onde se sentam á mesa o mesmo número que os apóstolos. Babette aparece como uma imagem de Cristo, onde chega pobre á aldeia e no final presenteia todos com um banquete. E Por fim o prato principal chama-se: Codorna no Sarcófago”: Codorna significa “maná” (alimento espiritual de origem divina que consola a alma) ; e Sarcófago , palavra vinda do latim “sarcophagus”, que significa “aquele que come carne”, sendo desta forma o prato principal uma alusão ás palavras de Cristo: “eu sou o pão vivo que desceu do céu. Quem come deste pão, viverá para sempre. E o pão que eu vou dar é a minha própria carne, para que o mundo tenha vida”. (João 6, 51)

Bom Filme! Boas reflexões!

Por Joana

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

O charme felino

ODE AO GATO

Os animais foram imperfeitos,
compridos de rabo, tristes de cabeça.
Pouco a pouco se foram compondo,
fazendo-se paisagem, adquirindo pintas, graça, vôo.
O gato,
só o gato apareceu completo e orgulhoso:
nasceu completamente terminado, anda sozinho e sabe o que quer.
O homem quer ser peixe e pássaro,
a serpente quisera ter asas,
o cachorro é um leão desorientado, o engenheiro quer ser poeta, a mosca estuda para andorinha, o poeta trata de imitar a mosca,
mas o gato quer ser só gato
e todo gato é gato do bigode ao rabo,
do pressentimento à ratazana viva,
da noite até os seus olhos de ouro.
Não há unidade como ele,
não tem a lua nem a flor tal contextura: é uma coisa só como o sol ou o topázio,
e a elástica linha em seu contorno firme e sutil é como a linha da proa de uma nave.
Os seus olhos amarelos deixaram uma só ranhura para jogar as moedas da noite.
Oh pequeno imperador sem orbe,
conquistador sem pátria mínimo tigre de salão,
nupcial sultão do céu das telhas eróticas,
o vento do amor na intempérie reclamas quando passas e pousas quatro pés delicados no solo, cheirando, desconfiando de todo o terrestre, porque tudo é imundo para o imaculado pé do gato.
Oh fera independente da casa,
arrogante vestígio da noite,
preguiçoso,
ginástico e alheio,
profundíssimo gato,
polícia secreta dos quartos,
insígnia de um desaparecido veludo,
certamente não há enigma na tua maneira, talvez não sejas mistério,
todo o mundo sabe de ti e pertence ao habitante menos misterioso,
talvez todos acreditem, todos se acreditem donos, proprietários, tios de gatos, companheiros, colegas, discípulos ou amigos do seu gato.
Eu não.
Eu não subscrevo.
Eu não conheço o gato.
Tudo sei, a vida e seu arquipélago, o mar e a cidade incalculável, a botânica, o gineceu com os seus extravios, o pôr e o menos da matemática, os funis vulcânicos do mundo, a casaca irreal do crocodilo, a bondade ignorada do bombeiro, o atavismo azul do sacerdote,
mas não posso decifrar um gato.
Minha razão resvalou na sua indiferença,
os seus olhos têm números de ouro.

Pablo Neruda

Dedicado a um gato especial, que também me faz ver a vida com outros olhos! :-)


Por Joana

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

um amigo...

Faço aqui uma homenagem a todos os meus amigos... vou deixar-vos uma história que eu adorava ler quando era pequena. É um livro pequenino que se chama "um amigo" (texto de Leif Kristiansson, ilustrações de Dick Stenberg e tradução de Sophia de Mello Breyner Andresen).


"Ter um amigo é maravilhoso

Ser amigo de alguém ainda é melhor

É como acordar e sentir o sol a brilhar

Um amigo é alguém com quem se está bem

Mas um amigo é muito mais do que isso!

É alguém que pensa em ti

quando não estás aqui

Alguém que bate com os dedos na madeira

quando tu tens de fazer coisas difíceis

Nunca se está realmente só

quando se tem um amigo

Um amigo ouve o que tu dizes

e tenta compreender o que tu não sabes dizer

Mas um amigo não está sempre de acordo contigo

Um amigo contradiz-te

e obriga-te a pensar honestamente

Um amigo gosta de ti

mesmo que faças asneiras

Um amigo ensina-te

a gostar de coisas novas

Não terias imaginado essas coisas

se estivesses sozinho

Amigo é uma palavra bonita

É quase a melhor palavra!

Um amigo é alguém

Que tem sempre tempo para ti

quando apareces.

Toda a gente pode ter um amigo

Mas não vivas tão apressado

que nem vejas

Que há alguém que quer ser teu amigo

Um amigo é alguém

que é para ti uma festa

alguém que pensa em ti

e te ouve

e te ajuda a saber o que tu és

Alguém que te ajuda a descobrir as coisas

alguém que está contigo e não tem pressas.


Alguém em quem tu podes acreditar!

Quem é o teu amigo?"



Gostaram? Eu adoro este livro... de vez em quando ainda vou à estante buscá-lo para o ler pela milionésima vez! :)


Para todos os meus amigos deixo um grande beijinho e um muito obrigada por existirem!!!!






por Ângela

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Ecologia como tás?

O que fazer para melhorar o nosso planeta?

Consumir menos energia (desligue as luzes quando não precisa, vista uma camisola em vez de ligar o aquecimento, seque a roupa ao sol em vez de utilizar a máquina de secar...).

Utilize os transportes públicos, dê uso á sua bicicleta e ande a pé.

Produza menos lixo (use o papel dos dois lados, leve os seus sacos para as compras, evite produtos embalados, conserte em vez de substituir, recicle...).

Para ter uma ideia do que acontece no nosso planeta, consulte: http://www.storyofstuff.com

Por Joana

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Bom apetite!

Queremos por os nossos leitores com a "mão na massa" e encher a barriga de prazeres! Fica a sugestão para uma refeição,

Como prato servimos uma Salada de Tofu e Cogumelos:

- 300g deTofu
- 350g de cogumelos frescos cortados
- 2 dentes alho
- 50g de nozes
- 4 cebolas pequenas cortadas ao comprido
- Sumo de limão
- Azeite, sal e pimenta

Cortar o tofu em quadrados pequenos e tempera com o sumo de limão.
Saltear os cogumelos rapidamente em azeite e alho esmagado.
Torrar os miolos de nozes durante 2 minutos sob uma grelha quente e cortar em pedaços pequenos.
Colocar numa travessa os cogumelos com o tofu e as nozes, por fim juntar as cebolas!

Para acompanhar com legumes com molho de queijo:

- Queijo Roquefort
- Requeijão
- Natas
- Sal e Pimenta
- Aipo
- Alho Francês
- Endívias
- Cenoura
- Couve-flor
- Rabanetes

Desfazer o requeijão e o roquefort com as natas numa picadora ou varinha mágica até ficar um creme espesso, temperar com sal e pimenta.
Cortar os legumes.
Dispor os legumes e o molho em taças separadas e servir!


E para sobremesa Bananas caramelizadas:

- 5 bananas
- açúcar
- canela em pó

Colocar as bananas descascadas numa assadeira untada com margarina.
Polvilhar o açúcar e a canela.
Levar ao forno a caramelizar o açúcar e servir quente ou frio!
Deliciem-se e bons cozinhados!
Por Joana

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

ABC dos animais (letra H)

Hoje temos em destaque na letra H:

HAMSTER RUSSO SIBERIANO!

Este amoroso animal é originário do leste do Casaquistão e sudoeste da Sibéria, onde vive nas estepes.

Também chamado de Winter-White devido à sua tendência em se tornar branco no inverno.Normalmente a pelagem fica mais clara, apresentando manchas brancas ou mesmo tornar-se completamente branco. A finalidade desta transformação, no habitat natural, é confundir-se com a neve para não atrair predadores. A sua cor original é cinza escuro com o sub-pêlo ainda mais escuro, existem ainda outras cores variadas como o safira (violeta-acinzentado), o pérola (branco com riscas coloridas pelo corpo) e o imperial (de barriga branca).

Têm 8 a 10 cm! É caso para dizer: que pequenino!
Possuem pêlos nas patas! Nas patas dianteiras têm 4 dedos e nas traseiras 5!
Os machos são mais longos que as fêmeas.
São animais nocturnos! (pois... durante a noite fartam-se de andar na rodinha para fazer ginástica e dar música ao pessoal que tá a dormir...)
Não têm boa visão, mas para compensar têm um olfacto bastante apurado e uma excelente audição!

Possuem grandes e fortes incisivos que estão em constante crescimento, por isso presisam de estar sempre a roer para evitar que os seus dentes cresçam demais.
Alimentam-se de quase tudo, não são muito esquisitos, a sua ementa anda à base de trigo, aveia, sementes de girassol, milho, ervilha, nozes, alfarroba, amendoim, maçã, pêra, banana, cenoura, abóbora... roem os alimentos em vez de mastigá-los! E como segurando os alimentos com as patas dianteiras!

Possuem bolsas nas bochechas, que usam para transportar comida ou material para o ninho!(não é genial???!!!)
Arrumam as suas próprias camas, levando pedaços de papel, tecido, cascas de sementes e outras coisas para dentro da sua casa e constroem o ninho (que engenheiros!)

Têm uma média de vida de 2 anos (coitadinhos, sniff), mas para perdurar a sua espécie têm entre 4 a 18 filhotes por ninhada.
Em geral este tipo de hamster é menos tolerante que os outros, e não gostam muito de ser segurados, tendo tendência para morder.

Mas tenho a dizer uma coisa muito ESPECIAL: tenho um hamster siberiano imperial (tinha de ser... é o rei da bicharada) e ao contrário do que se diz, ele é muito meigo, o que não costuma acontecer com os machos desta espécie... faz muitas habilidades e faz hoje 4 meses!
PARABÉNS SONECAS!


Por Joana

ABC dos animais (letra G)

Para a letra G escolhi uma ave... o GUARDA-RIOS

“Olha ali um guarda-rios!” – eis como é muitas vezes anunciada a visão de uma flecha azul à superfície da água, o que imediatamente anima qualquer sessão de observação de aves.

Esta pequena ave aquática é uma das espécies mais coloridas e encantadoras da avifauna portuguesa

Inconfundível. Muitas vezes é detectado quando faz o seu voo rasante e directo. Quando pousado, pode ser facilmente reconhecido pelo dorso e pelas asas azuis e pelo peito e ventre cor-de-laranja. Pousa frequentemente em pequenos postes ou ramos secos, junto à água, a partir de onde pratica a caça à espera.

Ocorre em Portugal durante todo o ano, mas a sua abundância varia fortemente de umas regiões para outras. É claramente mais comum no litoral que no interior e mais comum em planície que em montanha, sendo raro acima dos 1000 metros. Nos grandes estuários e lagoas costeiras parece ocorrer sobretudo fora da época de nidificação, estando presente sobretudo de Agosto a Abril.

Quem gosta de natureza e de animais e ainda não viu esta ave, esteja muito atento. Vai ser amor à primeira vista! (comigo aconteceu assim...)



(retirada do site: http://www.avesdeportugal.info)






por Ângela

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

ABC dos animais (letra F)

A pedido da minha "compincha" de blog o animal escolhido para a letra F foi a FUÍNHA!

A FUÍNHA (nome científico: Martes foina) é um mamífero pequeno, pertencente ao grupo das martas. Em Portugal é comum em todo o território embora a sua população seja ainda desconhecida. É uma espécie não ameaçada de extinção.

O seu corpo é alongado e elegante e a cauda comprida e espessa. As patas são curtas e terminam em cinco dedos com garras fortes. A sua pelagem é em tons de castanho, com uma mancha branca ou amarelada na zona do peito, garganta e patas dianteiras.


É um predador oportunista, ou seja, alimenta-se de uma grande variedade de roedores, pequenos répteis, aves e seus ovos. Também consome insectos, frutos e bagas e desperdícios humanos.


A fuinha é um animal solitário, de hábitos noturnos e raramente visto pelo Homem (eu já vi algumas! :)). As fuinhas são excelentes trepadoras de árvores e no chão deslocam-se em pequenos saltos.


As fuinhas tem um papel ecológico muito importante no controlo das populações de roedores (ratos, ratazanas...) nas áreas rurais; aliás, é um dos poucos carnívoros de pequeno porte que ataca ratazanas directamente; mesmo as doninhas, que são maiores, evitam confrontos com este roedor.


Apesar desta importância, são vistas frequentemente como uma peste pelos ataques que por vezes realizam em galinheiros. De um modo geral, a fuinha adapta-se bem à presença humana e podem ser comuns em vilas ou mesmo cidades.

E vocês, já viram algum? :)

por Ângela

ABC dos animais (letra E)

Para a letra E o animal escolhido foi.... a EMA
A Ema (Dromaius novaehollandiae – “Corredor da Nova Holanda”) é actualmente a ave pernalta de maior tamanho depois do avestruz. Pesa cerca de 55 kg, pode atingir a altura de 1,75m (que bela proporcão!) e desenvolver velocidades em corrida de cerca de 50km/h (corre mais que o Obikwelu).

Vive normalmente em grupos de 3 a 4 indivíduos e alimenta-se de ervas, insectos, sementes e frutos. As fêmeas emitem habitualmente sons que lembram o toque de tambor (tamborilar) e os machos são por norma bastante curiosos, acompanhando todo e qualquer movimento dentro do seu raio de acção ou de visão.

Cada fêmea põe entre 6 a 12 ovos de cor verde escuro e pesando cada um cerca de 0,5 kg (que grande omelete que se fazia com um ovo só!).

O macho é responsável pela incubação dos ovos e pelos filhotes. Durante este período o macho não se alimenta (não come nem bebe), nem defeca e sobrevive da gordura corporal acumulada, perdendo cerca de 1/3 do seu peso. Os filhotes são acompanhados pelo pai durante cerca de seis meses e tornam-se adultos, aptos à reprodução, entre os dois e os três anos (Isto é que é um pai presente e babado :))


Não foi uma "EMAção" aprenderem um pouco mais sobre este animal? :P



por Ângela

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

e 1 e 2 e 3


Parece que a tal história de que fazer "ginástica" logo pela manhã faz bem, não seja assim tão simples... pois estudos recentes de especialistas norte-americanos (tinham de ser americanos) vêm dizer ao pessoal que a melhor hora para fazer musculação é ao fim da tarde!
Pois, esqueçam as novelas e o descanso no sofá ao fim de um dia de trabalho, porque o fim da tarde vem revelar-se como o tempo ideal para o treino desta modalidade, isto porque nesta altura do dia a força muscular e a temperatura do corpo são mais elevadas, o que reduz o risco de contrair lesões, além disso é a parte do dia em que estamos mais alerta e despertos e por isso tirámos mais benefícios (isto se o dia de trabalho não tiver sido daqueles... mas pronto).
Por isso pessoal seja na musculação ou outra modalidade, toca a fazer desporto!
(Mas no fim não se desforrem nos chocolates e nas feijodas e coisas que tal...)
Moderar, moderar!
e 1 e 2 e 3...



Por Joana

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O meu poeta preferido!

Pórtico

"Com os meus amigos aprendi que o que dói às aves
Não é o serem atingidas, mas que,
Uma vez atingidas,
O caçador não repare na sua queda."

Daniel Faria
In “A casa dos Ceifeiros”

"Daniel Augusto da Cunha Faria, nasceu em Baltar a 10 de Abril de 1971.Após os primeiros encontros no pré-seminário, entrou para o Seminários do Bom Pastor, de Vilar (1986-89) e Maior (1989-94).Entrou logo depois para o Curso de Teologia na Universidade Católica. Entre 1994 e 1998 licenciou-se em Estudos Portugueses na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, apresentando em 1996, ao mesmo tempo que frequentava Letras, a Tese de Licenciatura em Teologia, intitulada A Meditação da Paixão na poesia de Frei Agostinho da Cruz, mais tarde editada com o título: A vida e conversão de Frei Agostinho, entre a aprendizagem e o ensino da Cruz.Decidiu então optar pela vida monástica, sendo Postulante, no ano de 1997-98, no Mosteiro Beneditino de S. Bento da Vitória, e noviço, no ano seguinte, no Mosteiro de Singeverga.Morre com 28 anos."


por Joana Marques

ABC dos animais (letra D)

Hoje, para a letra D escolhi um animal, que embora não exista em Portugal, não deixa de ser um animal muito interessante.

Quem não se lembra do TAZ dos desenhos animados da Warner Bros?





O diabo-da-tasmânia (Sarcophilus harrisii) é um mamífero marsupial (tal como os cangurus) nativo da ilha da Tasmânia.

É um animal de aparência robusta, com pelagem castanha, com uma mancha branca na zona do peito. A cabeça é relativamente grande, com orelhas arredondadas e nariz afilado.
O tamanho destes animais varia bastante consoante o habitat e dieta, mas os maiores atingem 80 cm de comprimento e 12 kg de peso. As fêmeas são normalmente maiores que os machos.

Os músculos das suas mandíbulas são bastante poderosos e, juntamente com os dentes molares especialmente adaptados, permitem ao diabo esmagar ossos.

São animais diurnos e solitários mas encontram outros membros da sua espécie em torno de carcaças. Nesta circunstância são extremamente agressivos e envolvem-se em lutas que deixam cicatrizes profundas com frequência. As lutas são acompanhadas de barulhentas vocalizações como grunhidos, guinchos e latidos que contribuem para a fama de ferocidade do animal. Em condições de cativeiro, os diabos-da-tasmânia organizam-se num sistema altamente hierarquizado.

(informação retirada da wikipédia)



Espero que, tal como eu, tenham aprendido um pouco mais sobre este simpático animal...






por Ângela

domingo, 25 de janeiro de 2009

ABC dos animais (letra C)

Para a letra C vou falar do Cão de Gado Transmontano, outro animal típico da região!:P



O Cão de Gado Transmontano é, entre todas as raças portuguesas, a que atinge maior tamanho e também a mais rústica. É a raça que ainda conserva a sua funcionalidade e que até a data teve menos interferência humana na sua selecção.

No nordeste transmontano ela existe e é preservada exclusivamente pela sua utilidade na defesa do rebanho e pela sua valentia frente ao ataque do lobo.
Não é um cão para toda a gente, e não é certamente um cão adaptado a viver num apartamento urbano!

Nesta raça existe uma enorme diferença entre os machos e as fêmeas, não só no tamanho e corpulência mas também no carácter. O macho Cão de Gado é dominador por natureza e tem um carácter mais fogoso e rebelde.


Uma das características mais curiosas dos cachorros desta raça é o facto que quando são desmamados e são retirados da mãe comem relativamente pouco e têm um fraco apetite. Se considerarmos a rapidez com que duplicam de tamanho nos primeiros 6 meses de vida e a sua excepcional estrutura óssea constatamos que se trata dum metabolismo específico desta raça. Em condições naturais a alimentação destes cachorros ao desmame é sempre pobre: caldo com batata ou arroz, e, com sorte, alguma carne que sobre!

A relação do cão com o pastor também é algo diferente da relação que normalmente se atribui a dono e cão. A maior parte dos pastores raramente tocam nos seus cães, quase nunca os prendem à trela e, em muitos casos, têm mesmo grande dificuldade em os agarrar, quer seja para os vacinar, para os tratar de alguma doença, ou para qualquer outro fim.

Resumindo... é um cão grande e um grande cão!

Para saberem mais sobre este lindo cão consultem: www.caodegadotransmontano.org.pt






por Ângela

A Joana a falar da si... (nunca mais te calas oh Joana)

Desafio aceite Srª Bichóloga!


ora bem... 6 coisas aleatórias sobre mim...

1- Gosto muito de comtemplar! de observar, de ver, de escutar, de me maravilhar com as pessoas, a natureza, ou simples pormenores da vida. Alegro-me a comtemplar, e acreditem que conheço e aprendo mais a fazer isso! Como diria St. Inácio "comtemplação para alcançar o amor"!
Isto tem muito que se lhe diga!

2- Especificando a minha comtemplação... gosto muito de animais! (e é óptimo deliciar-me com as "aulas" da minha amiga Ângela sobre os bichinhos! tenho de confessar que há uns que me despertam mais interesse: os roedores! Tudo que é coelho, porquinho da india, hamster, esquilos, chinchilas e companhia limitada.... eu acho imensa graça!

3- Embora observadora e comtemplativa, quando há festa eu tou lá! Para teatros, danças e cantorias contem comigo! liberta-se a o que a Joana andou a comtemplar!... na verdade participar em teatros dá-me um certo gozo!....

4- Como já deu para ver gosto muito de escrever, normalmente poesia, e monólogos! mas também gosto simplesmente de pegar na caneta e escrever apontamentos seja lá de aulas ou de algo que eu acho interessante. Gosto de escrever e ponto final. No meio disto tenho dificuldade em resumir o que quero escrever ou dizer e por isso ás vezes sou muito pragmática (leia-se chata) :-)

5- Gosto de pintura e escultura! adoro ir a museus e exposições! não me aborreço, para mim é um belo momento! bem que tento em casa dedicar-me a isso mas nos desenhos não me saio grande coisa, na pintura talvez já, mas não sou uma artista, por isso resta-me ver as obras dos outros! :-)

6- Há coisas que me sabem bem! não resisto em mencionar que caminhar é um dos meus hobbies, seja com ou com mochila ás costas, seja uma hora ou uns dias, seja só ou com um grupo enorme... gosto de caminhar! e já dizia o poeta: "caminhante não há caminho, faz-se caminho ao andar", e "golpe a golpe, verso a verso" há coisas que quero fazer: aprender a escalar! hihihi


muito mais a dizer é verdade, mas só me pediram 6 pontos.... (oh Ângela, porque é que não eram mais pontos??? eu queria escrever mais!)


por Joana Marques

Falar de mim...

A minha amiga Angélica pôs-me um desafio no blog dela... pediu-me para deixar 6 dados aleatórios sobre mim... então cá vai... vamos ver o que sai!!!

1-Adoro ler... tudo, desde livros a revistas, a "panfletos", a rótulos do que quer que seja. Acho que sou uma viciada na leitura. Tenho que ter sempre um livro de cabeceira! :)

2-Sou muito "perseverante" (leia-se teimosa!). Para aqueles que não sabem eu sou do signo Touro, se é que isso tem a ver, mas dizem que os "tourinhos" (e as "tourinhas") são muito teimosos!

3-Assim como a Angélica também adoro chocolate (incluindo o branco) e tudo o que tenha chocolate. Sou muuuuuuiiiiiito gulosa!

4-Não consigo comer tomate crú nem cenoura cozida! Eu já tentei várias vezes "obrigar-me" a comer, mas é mais forte do que eu!

5-Sou "menina do coro"... e acho que faz muito bem à saúde. Cantar (e conviver) é das melhores coisas que existe! Já diz o ditado "quem canta, seus males espanta".

e por último...

6-Os meus amigos dizem que eu tenho a mania de arranjar um provérbio para quase tudo. Sempre adorei provérbios e acho que alguns, por mais pequenos que sejam, conseguem dizer muito.

Bem... e agora chegou a parte da nomeação de pessoas para responder a este desafio... e os nomeados para a categoria de resposta ao desafio são............. (suspense!!!)
-a colega de blog, Joana
-o amigo do blog Tudo com Todos, Diogo
-a amiga do blog anitavieira, ela mesmo, Ana Luísa!

(não são 6, mas como diz a Angélica são metade de 6, que sempre tem a ver alguma coisita!)

Espero pelas vossas respostas! :)


por Ângela

sábado, 24 de janeiro de 2009

ABC dos animais (letra B)

E continuando com o ABC dos animais... com a letra B, e como não podia deixar de ser, uma vez que sou de Trás-os-Montes, escolhi o BURRO MIRANDÊS.

Antigamente, quase toda a gente das aldeias de Miranda-do-Douro tinha pelo menos um burro mirandês, que ajudava nos trabalhos agrícolas. Os meus avós também tiveram alguns! Normalmente as fêmeas eram as eleitas dos agricultores, talvez por serem mais dóceis e assim menos dificeis de educar :)
O tempo foi passando, os burros foram começando a ser trocados pelas alfaias agrícolas e chegaram ao limiar da extinção...
Só que esta história tinha que ter um final feliz... e esse final feliz foi a criação de uma associação em Miranda-do-Douro, a AEPGA (Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino), que, a meu ver, tem vindo a fazer um bom trabalho de protecção e conservação do burro mirandês.

Este burro possui características únicas que nos permitem identificar o animal. São elas:
- Pelagem de côr castanha escura com gradações mais claras nos costados e face inferior do tronco.
- Pêlo comprido e grosso.
- Orelhas grandes, largas na base e arredondadas na ponta, e com pêlo abundante.
- Cabeça volumosa.
- Focinho curto com a extremidade branca.
- Lábios grossos.
- Olhos rodeados por uma mancha branca.
- Pescoço curto e grosso.
- Peito largo.
- Estatura elevada, mais do que 1,20 m , idealmente com 1,35 m.
- Fisicamente robustos com patas grossas.
- Temperamento dócil.
(retirado do site www.aepga.pt)

Se por acaso estiverem interessados em adoptar um “burrico” a AEPGA faz algumas campanhas de apadrinhamento; normalmente a informação está disponível no site deles.

E foi mais uma letra, mais umas curiosidades, mais um animal... espero que gostem e que se lembrem sempre: “Burros há muitos, mas estes estão em vias de extinção!” ;)

Sugestão para o fim de semana

Como nem sempre a televisão passa bons filmes, aqui uma proposta: alugar um filmezito no clube de vídeo mais prómixo e ter um bom serão!
A sugestão deste fim de semana é o "Tigre e a Neve" de Roberto Benigni.
Depois de "A Vida é Bela", Roberto Benigni volta a brilhar neste filme deliciosamente comovente sobre o amor em tempo de guerra, mas desta vez, substitui o palco do holocausto pela guerra no Iraque.
Atillo de Giovanni (Roberto Benigni) é um poeta romano, evidenciando a importância das palavras e da escolha certa das mesmas. É divorciado e com duas filhas, loucamente apaixonado pela líndissima Vittoria (Nicoletta Braschi), com quem sonha todas as noites.
Vittoria não mostra interesse por ele e perde a paciência perante os esforços de sedução deste poeta teimoso e irracionalmente romântico.
Quando rebenta a guerra no Iraque, Vittoria troca Roma por Bagdad a fim de escrever a biografia do grande poeta iraquiano Fuad (Jean Reno), mas, vítima dos bombardeamentos anglo-americanos, acaba moribunda num hospital. Attilorecebe,então um telefonema de Fuad avisando-o do que sucedera á sua amada e, louco de amor, parte para a capital iraquiana para a salvar.
Num cenário de guerra e conflitos, Atillo vence inúmeros obstáculos, mostrando uma grande dedicação e capacidade de amar.
Para ajudar na reflexão / comentário do filme, podem ver um excerto da Bíblia que me parece interessante: 1 Cor 13, 4 - 13
BOM FILME!
por Joana Marques
















sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

barcos...

Pretendemos que os nossos leitores não se cansem do blog... assim os nosso ecos serão variados, curiosidades de animais e outros que tais com a nossa Ângela e literatura e poesia comigo, outros temas da actualidade e as nossas "famosas" reflexões também aqui serão mencionadas por nós.

Hoje lembrei-me de começar um um poema que me diz muito, está em francês mas não é muito difícil de descodificar...

"Je connais des bateaux

Je connais des bateaux qui restent dans le port
De peur que courants les entraînent trop fort,
Je connais des bateaux qui roillent dans le port
A ne jamais risquer une voile au dehors.

Je connais des bateaux qui oblient de partir
Ils ont peur de la mer à force de vieillir,
Et les vagues, jamais, ne les ont séparés,
Leur voyage est fini avant de commencer.

Je connais des bataeux tellement enchaînes
Qu'ils en ont désappris comment se regarder,
Je connais des bateaux qui restent à clapoter
Pour être vraiment surs de ne pas se quitter.

Je connais des bateaux qui s'en vont deux par deux
Affronter le gros temps quand l'orage est sur eux,
Je connais des bateaux qui s'égratignent un peu
Sur les routes océanes où les mènent leurs jeux.

Je connais des bateaux qui n'ont jamais fini
De s'épouser encore chaque jour de leur vie,
Et qui ne craignent pas, parfois,, de s'éloigner
L'un de l'autre un moment pour mieux se retrouver.

Je connais des bateaux qui rieviennent au port
Labourés de partout mais plus graves et plus forts,
Je connais de bateaux étrangement pareils
Quand ils ont partagé des annés de soleil.

Je connais de bateaux qui rieviennent d'amour
Quand ils ont navigué jusqu'à leur dernier jour,
Sans jamis replier leurs ailes de géants
Parece qu'ils ont le coeur à taille d'ocean.

Marie-Annick Rétif


ecoado por Joana

ABC dos animais (letra A)

Como algumas pessoas teimam em chamar-me “Sô dona Bichóloga”, eu decidi aproveitar e fazer jus ao nome... lembrei-me então de falar aqui sobre alguns bichos... A descrição de cada animal não pretende ser exaustiva, apenas algumas curiosidades e algum conhecimento geral. Vou tentar arranjar um animal para cada letra do abecedário e assim fazer um ABC dos animais! Espero que gostem :)




Para a letra A escolhi uma ave... a ALVÉOLA-BRANCA, não por acaso, mas porque é um animal que toda a gente de certeza já viu, mas se calhar nunca soube o que era...









A alvéola-branca é uma ave pequena e elegante, de 16 a 19 cm de comprimento, é basicamente cinza em cima e branco na parte de baixo, cara branca e pescoço preto e possui um típico baloiçar da cauda.
Esta espécie vive em muitas partes da Europa, Ásia e o norte da África
. A espécie nidifica em fendas de paredes de pedra e estruturas semelhantes, naturais ou feitas pelo Homem.


Onde observar


As zonas ribeirinhas, cursos de água e terrenos lavrados, parques e jardins, são os habitats de eleição da alvéola-branca. Também nas pequenas localidades é facilmente avistada, sobretudo em regiões onde existe uma forte presença de gado e pequenos cursos de água que as atravessam.



Para saberes mais:

http://www.avesdeportugal.info


Espero que agora estejam mais atentos aos "passarinhos" que vos passam pela frente!


Por Ângela Cordeiro

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Eterna Oferta

Adquirir.
Ter poder de reger o prazo,
Não sentir a distância.
Saber,
Conhecer a desgraça
E com intenção de alcançar o equilíbrio,
Prever.

Não chega.

Também como a noite a vida é breve.
O sonho?...
Mente.
Breve mas, leve.
Sente.
Conhece, compreende, recorda
E reconhece.

por Joana Marques

O primeiro eco!...


"Os loucos abrem os caminhos que depois emprestam aos sensatos." (Carlo Dossi)
Não um beco sem saída,
mas um espaço onde ecoam várias saídas.
Esperamos que gostem deste nosso (b)eco,
aguardamos também o vosso!
Ângela e Joana